Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Arroz
Alimentos

Arroz

O arroz é, tal como o trigo, um dos cereais mais consumidos à escala mundial, sobretudo nos países asiáticos.

O arroz é o fruto em grão da planta do arroz (Oryza sativa), uma herbácea anual da família das gramíneas. É amplamente cultivado em todo o mundo, nas regiões mais pantanosas de clima temperado, ou quente e húmido.

É sabido que o arroz se cultiva e consome na China desde à mais de 5000 anos. Embora também seja cultivado em alguns dos países europeus, a produção é insuficiente para o seu consumo, o que obriga à sua importação.

Informação Nutricional

amido é o principal componente do arroz, constituindo 70 a 80% do mesmo. Tem cerca de 7% de proteínas e quantidades apreciáveis de vitamina B1, B2 e niacina assim como fósforo e potássio.

Na prática, pelo processamento tecnológico (refinação), perde-se cerca de 50% do seu teor em minerais e 85% do teor vitamínico (vitaminas complexo B), ficando assim um alimento essencialmente energético.

g = grama; mg = miligrama e µg = micrograma. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Fonte: Tabela da Composição de Alimentos – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.
Composição nutricional
(100g de parte edível)
Arroz Comum Crú Arroz Integral Crú Arroz Comum Cozido
Energia (kcal) 347 351 125
Água (g) 13,9 12,2 68,4
Proteínas (g) 6,7 8,6 2,5
Lípidos (g) 0,4 2,5 0,2
Hidratos de Carbono (g) 78,1 71,6 28,0
Amido (g) 78,1 71,6 28,0
Fibra (g) 2,1 3,8 0,8
Vitamina B1 (mg) 0,06 0,4 0,01
Vitamina B2 (mg) 0,03 0,1 0,01
Niacina (mg) 2,0 4,1 0,6
Fósforo (mg) 87 270 33
Potássio (mg) 94 250 36
Vantagens e desvantagens

Ajuda a promover o bom estado psíquico e físico, dado que restabelece energias consumidas.

O seu consumo regular é importante na prevenção de algumas patologias, como doenças cardiovasculares e hipercolesterolemia, pelo seu baixo teor em sódio e pela possibilidade de substituir outros alimentos que possuem teores de gordura saturada muito superiores (purés, batatas fritas, etc).

A casca do arroz, para além dos seus componente fibrosos, contém fitosteróis, com capacidade evidente de reduzir os níveis de colesterol sanguíneo.

O arroz é benéfico para recuperar a mucosa intestinal após alterações da mesma (diarreias e gastroenterites).

É um dos cereais que pode ser consumido por doentes celíacos (intolerantes ao glúten), já que não contém glúten na sua constituição.

É também um dos alimentos de eleição em situações de grande desgaste físico, devido ao seu elevado teor energético.

Como comprar e conservar

Tem especial atenção, no momento de compra, ao aspecto geral do grão, forma e tamanho, assim como ao seu grau de limpeza, assegurando que os grãos não têm gretas nem estão escurecidos ou partidos.

O arroz deve guardar-se num recipiente hermético, em lugar fresco e seco, qualquer que seja o seu tipo. Deve conservar-se pelo prazo de um ano, com excepção do arroz integral, que tem uma vida mais curta (sem abrir conserva-se 6 meses em lugar fresco e seco).

Os pratos de arroz cozinhados, podem ser congelados após adquirirem a temperatura ambiente.

Como utilizar

Havendo muitas variedades, é importante que a escolha do tipo de arroz seja feita de acordo com o prato a cozinhar. 

Variedades de arroz: 

Branco de grão comprido reconhecido no mercado internacional pela sua elevada qualidade. O grão é comprido e fino, com mais de 6 mm. A casca, o farelo e o gérmen são eliminados durante o tratamento industrial. Depois de cozinhado, os grãos tendem a ficar separados (arroz solto). A casca, farelo e gérmen são eliminados durante o tratamento industrial. Dentro deste tipo, encontra-se o arroz basmati.

Branco de grão médio (arroz agulha) corresponde a um grão mais curto e espesso que, ao ser cozinhado, fica com uma textura mais suave e tenra. Sofre o mesmo tratamento industrial que o anterior (sem casca, farelo e gérmen). É a variedade mais consumida em Portugal.

Branco de grão curto (arroz carolino) tem uma forma praticamente redonda. Tende a colar-se, quando cozinhado e sofre o mesmo tratamento industrial que os anteriores (sem casca, farelo e gérmen).

Arroz integral de grão médio e comprido e mais escuro que os refinados, uma vez que conserva parte da casca e farelo. Requer uma cocção mais lenta e prolongada. A sua importância tem vindo a aumentar, devido à crescente preocupação com uma alimentação saudável.

Arroz vaporizado é o arroz preferido pelos consumidores que pretendem um arroz leve e de fácil separação. Também é mais nutritivo que o arroz branco. Tem como inconveniente o facto de a sua cocção ser mais lenta e absorver menos os sabores dos ingredientes que o acompanham.

Grão redondo é pequeno e coze-se muito rapidamente. Além disso contém grande teor de amido, o que faz com que adquira uma textura mais cremosa.

Arroz aromático apresenta um aroma especial que o torna muito apetecível. Dentro deste tipo, encontra-se o arroz tailandês.

 

Receitas Relacionadas

"receita_torre-maca-min.png"
Receita 
A Marmita Lisboeta
  |  
Fácil
  |  
Económico
"receita arroz pato"
Receita 
Nestlé
  |  
Fácil
  |  
Económico

também

Alimentos

A fruta do dragão, também conhecida como pitaia, é tão interessante por dentro como é por fora. É…

Alimentos

É um item básico da despensa e da gastronomia portuguesa também. No entanto, se olharmos para as…

Alimentos

Sabes qual é a diferença entre o Abacaxi e o Ananás? Descobre as diferenças e aprende a distinguir…