Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

BORREGO

A carne de borrego é a carne de ovinos jovens com menos de um ano de idade. Costuma estar disponível em diferentes cortes, incluindo a mão e perna, costeleta e pescoço. Pela sua característica tenra é uma das primeiras carnes a ser dadas aos bebés. 
Actualmente, o gado ovino é o mais abundante no mundo, os ovinos foram originalmente domesticados no Médio Oriente e na Ásia há mais de 10.000 anos atrás. Os ovinos introduzidos em muitas regiões do mundo foram se popularizando não apenas como alimento mas também através da utilização da lã para os têxteis. 

Os romanos introduziram-nos na Grã-Bretanha, onde o borrego é hoje em dia muito popular. O borrego foi introduzido no hemisfério ocidental no início do século XVI, quando os exércitos do explorador espanhol Cortez levaram ovelhas com eles, durante as suas explorações.
Desde os tempos antigos, o cordeiro tem sido considerado como um símbolo religioso. Era comummente usado como um símbolo de sacrifício, em muitas religiões, incluindo o Judaísmo.
 
Em muitos países, o cordeiro é um prato tradicional da Páscoa em comemoração da Última Ceia, na qual o borrego foi provavelmente servido. Jesus é muitas vezes referido como o "Cordeiro de Deus". 
A carne de borrego está presente em cozinhas de todo o mundo, incluindo a Turquia, Grécia, Nova Zelândia, Austrália e países do Oriente Médio estando disponível todo o ano.
 

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL:

A carne de borrego é uma boa fonte de proteína, zinco, ferro e fósforo. Em relação às vitaminas, destacam-se a vitamina B12 e B3 (niacina).

A carne de borrego é uma fonte significativa de gordura saturada e colesterol.

Tabela de composição nutricional (100 g de Parte Edível)

 

Borrego Cru

Borrego Estufado Sem Molho

Energia (kcal)

124

185

Água (g)

73.6

62.7

Proteínas (g)

19.7

25.5

Lípidos (g)

5.0

9.2

Dos quais saturados (g)

2.2

0,3

Colesterol (mg)

68

0,3

Hidratos de carbono (g)

0

0

Vitamina B12 (µg)

2.0

1.6

Niacina (mg)

5.0

3.7

Zinco (mg)

3.8

5.2

Fósforo (mg)

220

239

Ferro (mg)

1.7

2.3


mg = miligramas. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Fonte: Porto A, Oliveira L. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006.


VANTAGENS E DESVANTAGENS:

Por ser rica em proteínas, a carne apresenta substâncias essenciais que agem directamente no crescimento e na reparação dos músculos, ossos e pele, além de ser uma boa de fonte de energia.
A vitamina B12 é essencial para a conversão da homocisteína, mantendo baixos os seus níveis. A homocisteína é uma molécula que pode danificar as paredes dos vasos sanguíneos e cujos elevados níveis no sangue estão associados com um maior risco de doença cardiovascular. A carne de borrego também é especialmente rica em niacina. A niacina participa nos processos relacionados com material genético, permitindo o crescimento e o desenvolvimento saudável.
O ferro desempenha um papel importante no transporte de oxigénio no organismo, na produção de energia e no sistema imunitário. É particularmente importante nas mulheres menstruadas por terem um maior risco de deficiência neste mineral devido às perdas de sangue. O fósforo é um mineral importante para a saúde dos ossos e dentes e contribui para o bom funcionamento do sistema imunológico. O zinco é um mineral importante para a função do sistema imunitário e reprodutivo e participa no metabolismo de inúmeros componentes no organismo.
A carne de borrego contém um composto designado purina. Uma ingestão excessiva em purinas pode aumentar os níveis de ácido úrico no sangue. Assim, o consumo de borrego é desaconselhado a pessoas que tenham níveis elevados de ácido úrico no sangue (hiperuricemia) ou gota.
Este tipo de carne é uma fonte significativa de gordura saturada e colesterol. Estes dois compostos têm sido associados com o desenvolvimento de várias doenças crónicas, incluindo doenças cardíacas e alguns tipos de cancro. O conteúdo de colesterol deste alimento é apreciável, pelo que se aconselha um consumo moderado a pessoas com alterações do padrão de lípidos do sangue (dislipidemia), por exemplo colesterol ou triglicerídeos elevados.


COMO COMPRAR E CONSERVAR:

Quando adquirimos este tipo de carne devemos ter em atenção alguns sinais que podem indicar a qualidade da carne. Assim, devemos verificar se a carne se apresenta firme, com uma textura fina e cor rosa. Qualquer gordura circundante da carne de borrego deve apresentar-se branca e não amarela. 
A carne de borrego é altamente perecível, e deve ser sempre mantida a temperaturas frias, refrigerada ou congelada. Deve-se optar por refrigerar a carne de borrego na embalagem original que se adquiriu no momento da compra, se ainda se mantiver intacta e segura, pois isso irá reduzir a quantidade de manuseamento envolvido. Quando se congela a carne de borrego esta também se mantém em boas condições. Para uma melhor congelação da carne deverá ser envolta em celofane e depois num saco de plástico.

RECEITAS COM BORREGO

Costeleta de Borrego com Cogumelos

Perna de Borrego Cheirosa

Conheça mais receitas com este alimento em Nestlé Cozinhar.

PARTILHAR 11 LIKES

Glossário

Sugestões