Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Tomate
Alimentos

Tomate

Terão sido os espanhóis a trazer o tomate, Lycopersicum esculentum, da América do Sul para a Europa. Pensa-se que as primeiras variedades fossem amarelas, devido ao seu nome em italiano – pomodoro – maçã de ouro.
 
Existem diversas variedades de tomate, sendo que as mais apreciadas em Portugal são:
  • Tomate rama – crescem num cacho perfeito;
  • Tomate redondo;
  • Tomate chucha – consumido mais maduro;
  • Tomate cherry – são miniaturas e tendem a ter um sabor mais intenso que os restantes.
Informação Nutricional

O tomate tem baixo valor calórico, poucos hidratos de carbono e cerca de 94% do seu peso é água. 

É rico em vitaminas, entre os quais se destacam os carotenos, nomeadamente o licopeno, a vitamina C e a vitamina A, e minerais como o potássio e o magnésio. É ainda uma fonte de fibra.

O licopeno, responsável pela cor vermelha do tomate, é um antioxidante que contribui para proteger as células das agressões provocadas pelos radicais livres.

g = grama; mg = miligrama e µg = micrograma. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Fonte: Tabela da Composição de Alimentos – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.
Composição nutricional
(100g de parte edível)
Tomate Cru
Energia (kcal) 23
Água (g) 93,5
Proteínas (g) 0,8
Lípidos (g) 0,3
Hidratos de Carbono (g) 3,5
Fibra (g)

1,3

Vitamina C (mg)

20

Carotenos (µg) 510
Vitamina A (mg) 85
Potássio (mg) 250
Magnésio (mg) 11
Vantagens e desvantagens

O tomate é a fonte mais rica em Licopeno, antioxidante que combate os radicais livres, retarda o envelhecimento e pode proteger contra o cancro, inclusive o da próstata.

Por ser um carotenoide, o Licopeno é melhor absorvido na presença de gorduras saudáveis. A adição de uma dose moderada de gordura monoinsaturada facilita o transporte, a absorção e a ação do Licopeno no organismo. Por isso, o consumo de tomate com um fio de azeite torna-o mais saudável. 

Em pessoas sensíveis, o tomate pode causar alergias alimentares. Os sintomas incluem eczema, urticária, erupções cutâneas, dores de cabeça, irritação ocular e das vias nasais e distúrbios gastrointestinais. Se notares algum destes sinais, suspende o seu consumo e procura orientação médica. 

Como comprar e conservar

No momento da compra deves preferir os de pele lisa, brilhantes, sem mazelas ou manchas. A intensidade da cor vermelha é um bom indicador do grau de maturidade. Opta pelos de cor vermelha para consumo imediato e outros menos maduros para conservar.  Evita tomates verdes pois podem ser indigestos.

Conserva no frigorífico durante alguns dias. A sua pele rígida e a sua acidez permitem que as perdas vitamínicas sejam muito reduzidas durante o tempo de conservação.

Como utilizar

O tomate é muito apreciado na culinária de todo o mundo. Em saladas ou nas mais variadas receitas, é muito aconselhável na alimentação diária.

Pode ser consumido cru, ao natural ou cozinhado, sendo tradicionalmente utilizado para os refogados. Ao ser cozinhado, o licopeno não é destruído pelo calor, pelo que os pratos confecionados com tomate se mantêm sempre ricos neste antioxidante. 

É excelente para fazer um molho de tomate, para pizzas ou massas, e fazer parte de um saboroso gaspacho. Além de saladas, molhos e sopas, pode ainda ser utilizado como entrada, para fazer compotas, sanduíches, chutneys e até sumos. 

 

Receitas Relacionadas

também

Alimentos

A fruta do dragão, também conhecida como pitaia, é tão interessante por dentro como é por fora. É…

Alimentos

É um item básico da despensa e da gastronomia portuguesa também. No entanto, se olharmos para as…

Alimentos

Sabes qual é a diferença entre o Abacaxi e o Ananás? Descobre as diferenças e aprende a distinguir…