Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Dicas e Receitas para Lancheiras mais Saudáveis
Alimentação Equilibrada

Dicas e Receitas para Lancheiras mais Saudáveis

A alimentação infantil é uma preocupação de todos os pais e encarregados de educação, sendo uma componente crucial para um crescimento e desenvolvimento adequados dos mais pequenos.

Bons hábitos alimentares

Consciente da importância de cultivar bons hábitos alimentares nos primeiros anos de vida, a Nestlé – companhia líder em Nutrição, Saúde e Bem-Estar – tem vindo ao longo dos últimos 17 anos, através do programa Nestlé Crianças Saudáveis, a dotar escolas e encarregados de educação de ferramentas que sensibilizem e eduquem as crianças de hoje, adultos de amanhã, para realizarem as escolhas alimentares mais saudáveis.

Na altura do regresso às aulas, a alimentação infantil é um tema que preocupa ainda mais os pais e a comunidade escolar, pois há uma alteração dos horários, menor possibilidade de acompanhamento in loco das refeições e toda uma logística de lancheiras que, além de saudáveis, também têm que ser imaginativas (a ponto de despertarem o apetite da criança) e de fácil preparação (os pais agradecem!). 

A pensar em tudo isto, a Nestlé e a blogger Susana Machado (http://www.suvellecuisine.com) apresentam 5 dicas e 3 sugestões de pequeno-almoço e lanches saudáveis (Crepes de espelta recheadosQuadrados de morango e maçãPanquecas de Nestum com Aveia e Iogurte), refeições consideradas essenciais para as crianças em idade escolar.

5 Dicas para Lancheiras Saudáveis

# DICA 1 - COMPLETOS, VARIADOS E EQUILIBRADOS

  • Valor calórico ideal entre as 100-150 kcal
  • Elevada densidade nutricional, i.e., relação nutrientes reguladores vs calorias
  • Garantindo energia, hidratação e contribuindo para o equilíbrio do dia alimentar com vitaminas e minerais
  • Incorporar alimentos de pelo menos 2 grupos da Roda dos Alimentos e água
  • Porções ajustadas às necessidades da criança

# DICA 2 - SAUDÁVEIS MAS IRRESISTÍVEIS

  • A apresentação criativa dos alimentos favorece o seu consumo
  • Potenciar a experiência dos sentidos: cor, textura, sabor, aroma
  • Colocar as bolachas numa pequena caixa para se manterem crocantes
  • Alimentos habitualmente menos apreciados são melhor aceites se apresentados em porções pequenas e com formas divertidas
  • Brincar com as cores
  • Para variar a água pode aromatizar–se com sabores mais apreciados, desde que não acrescentem calorias (limão, canela, infusões de plantas…)

# DICA 3 - DEMOCRÁTICOS QB

  • Envolver a criança na decisão
  • Decidir com antecedência, se possível criando uma ementa semanal de lanches
  • Fazer as compras ou confeção/preparação com a criança.

# DICA 4 - UM DIA NÃO SÃO DIAS

  • Excecionalmente o lanche pode integrar alimentos mais calóricos, nomeadamente em dias de festa, visitas de estudo, aniversários ou mesmo em dias de atividade física mais intensa…
  • Bolos ou bolachas caseiros, gelatina ou até pipocas podem ser boas opções para os dias de exceção
  • Da oferta disponível escolher adequadamente

# DICA 5 - CUIDADOSAMENTE PREPARADOS E ACONDICIONADOS

  • Uma vez que serão consumidos algumas horas após a preparação há que garantir a “segurança alimentar”
  • Embalar os diferentes alimentos individualmente
  • Lavar bem a fruta e optar por variedades que não necessitem de preparação ou que não oxidem
  • Garantir a temperatura adequada dos alimentos
 

Receitas Relacionadas

também

Alimentação Equilibrada

Os primeiros dias de junho trazem consigo uma antecipação pelas festas e arraiais de Santos…

Alimentação Equilibrada

Sabias que a maior parte do desperdício de alimentos começa nas nossas casas? Conhece algumas dicas…

Alimentação Equilibrada

A retenção de líquidos é um problema que afeta muitos de nós. Sabe quais as melhores infusões…