Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Amêndoa
Alimentos

Amêndoa

A amêndoa (Amygdalus comunis) é o caroço do fruto da amendoeira, uma árvore de porte médio que dá flores perfumadas, cor-de-rosa e brancas. Originárias de regiões da Ásia ocidental e da África do Norte, a amendoeira, tal como outras árvores semelhantes, o pessegueiro, a cerejeira e a ameixoeira, produz frutos que contêm dentro um caroço. É a este caroço que chamamos amêndoa.


A amêndoa é encontrada de duas formas: a doce, de uso mais amplo, e, a amarga de sabor marcante que deve ser consumida com bastante moderação. Um dos componentes da amêndoa amarga, o ácido cianídrico, pode causar sérios problemas de saúde. Normalmente este tipo de amêndoa é utilizado na indústria na fabricação de aromatizantes, mas sempre em pequenas proporções.

Informação Nutricional

A amêndoa é rica em proteínas (20% de sua composição), vitaminas E, B1, potássio, fósforo, zinco, magnésio, fibras e gordura (aproximadamente 50%) do tipo insaturada, sendo a maior parte monoinsaturada, que, associada a uma dieta saudável, pode ajudar a controlar as taxas das LDL-colesterol, o conhecido 'mau colesterol'.

g = grama; mg = miligrama e µg = micrograma. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Fonte: Tabela da Composição de Alimentos – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.
Composição nutricional
(100g de parte edível)
Amêndoa
Energia (kcal) 643
Água (g) 4,9
Proteínas (g) 21,6
Lípidos (g) 56
     dos quais monoinsaturados (g) 34,5
Hidratos de Carbono (g) 7,2
Fibra (g) 12
Vitamina B1 (mg) 0,21
Vitamina E (mg) 24
Fósforo (mg) 410
Potássio (mg) 860
Vantagens e desvantagens

A amêndoa é um fruto rico em potássio, mineral que desempenha um papel importante na regulação da tensão arterial, no equilíbrio dos fluidos do corpo e na contração muscular. Tem um leve efeito diurético pelo seu conteúdo em água e potássio, que poderá ser benéfico no caso de gota e hipertensão arterial ou em caso de perdas excessivas de potássio, como durante a utilização de diuréticos. É desaconselhado em casos de insuficiência renal, visto que nesta condição o consumo de potássio é restrito.

A amêndoa também é rica em fósforo, o segundo mineral mais abundante no organismo e cerca de 80% está localizado nos ossos e dentes. O fósforo está presente em todas células do organismo onde desempenha funções muito variáveis e todas elas da maior importância. Tem relevante papel na formação molecular do ADN e do ARN, bem como do ATP, adenosina tri-fosfato. As células utilizam-no para armazenar e transportar a energia na forma de fosfato de adenosina

A adenosina é um nucleosídeo formado pela união de uma adenina com uma ribose.

O magnésio, igualmente presente em boa quantidade na amêndoa, desempenha funções a nível da transmissão neuromuscular, participa na regulação dos fluxos através das membranas celulares, coadjuva a atividade de algumas enzimas em variados processos enzimáticos, e está envolvido na replicação de ADN.

O zinco, também presente, é um mineral importante para a função imunitária e reprodutiva e participa no metabolismo de inúmeros componentes no organismo.

A vitamina B1 está presente em variadas reações químicas no nosso organismo, funcionando como co-enzima. É necessária na metabolização das proteínas, lípidos, hidratos de carbono e ácidos nucleicos.

A vitamina E evita a oxidação e protege a integridade de diversos componentes celulares, nomeadamente das lipoproteínas que transportam o colesterol no sangue e ajudam, assim, a prevenir problemas cardiovasculares.

Por fim, os compostos encontrados na pele das amêndoas parecem ajudar o organismo a combater os vírus mais comuns que causam gripe e constipações.

Como comprar e conservar

Ao adquirir amêndoas, observa a casca, e certifica-te que esta não se apresenta rachada, bolorenta ou com manchas. Se adquirires amêndoas descascadas prefere as que estejam em embalagens hermeticamente fechadas. Se comprares amêndoas que sejam conservadas em grandes recipientes assegura-te de que existe uma grande rotação de produto, e que este se encontra bem fechado protegido do calor, do ar e da humidade de forma a garantir a máxima frescura. Procura as amêndoas que apresentem uma cor uniforme, textura firme e cheiro adocicado.

Uma vez que as amêndoas possuem elevado conteúdo em gordura, é importante conservá-las corretamente, de forma a protegê-las da rancificação. As amêndoas descascadas devem ser colocadas num recipiente bem fechado, num local fresco e seco, protegidas da luz solar. Manter as amêndoas frescas irá protegê-las da rancificação e prolongar a sua frescura. As amêndoas refrigeradas podem ser conservadas por longos meses. Se forem mantidas no congelador podem ser conservadas por mais de 1 ano. Pedaços de amêndoa descascados rancificam mais rapidamente que amêndoa inteira descascada. As amêndoas conservadas com casca possuem um tempo de vida mais longo.

Como utilizar

Por possuir um sabor delicado é muito utilizada na confeitaria como base de sobremesas, bolos e tortas. Pode ser utilizada como farinha, em lascas, inteira e até mesmo como "leite". O principal benefício do leite de amêndoas é a ausência de lactose, o que faz desta bebida ideal para quem tem intolerância ou alergia a lactose e também a soja.

 

Receitas Relacionadas

também

Alimentos

A fruta do dragão, também conhecida como pitaia, é tão interessante por dentro como é por fora. É…

Alimentos

É um item básico da despensa e da gastronomia portuguesa também. No entanto, se olharmos para as…

Alimentos

Sabes qual é a diferença entre o Abacaxi e o Ananás? Descobre as diferenças e aprende a distinguir…