Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé


SOCIAL

TIPOS DE ARROZ E AS SUAS UTILIZAÇÕES

Qual o mais aconselhado para cada receita?

É um item básico da despensa e da gastronomia portuguesa também. No entanto, se olharmos para as prateleiras de arroz no supermercado rapidamente constatamos que é tudo menos básico. Há vários tipos de arroz e cada um deles tem o seu propósito no prato. Fizemos uma lista dos 8 tipos de arroz mais comuns e das deliciosas possibilidades que cada um possui.

A volta ao mundo com arroz


O arroz é um dos alimentos mais consumidos em todo o mundo. E por bons motivos: é versátil, substancial, fácil de preparar e delicioso, tornando-o num ingrediente essencial em todas as cozinhas. Seja incorporado num prato principal, servido como acompanhamento ou transformado num lanche ou numa sobremesa. Os vários tipos de arroz podem fazer diferentes tipos de pratos, proporcionando conforto e saciedade. 

Conheça alguns tipos de arroz: 


1) Arroz arbóreo

É um tipo de arroz branco italiano de grãos curtos. Conhecido por ser o ingrediente principal do risotto, é rico em amido de amilopectina. Portanto, quando cozido, o arroz arbóreo é mastigável, firme e cremoso ao mesmo tempo. Estas características tornam o arroz arbóreo no veículo perfeito para pratos mais ricos em arroz, como o risotto e o pudim com arroz.

2) Arroz basmati

Este arroz aromático, de grãos longos, é essencial na culinária indiana, no Médio Oriente e na Ásia Central. O arroz basmati é originário da Índia, onde mais de 70% deste tipo de arroz é produzido. Distingue-se dos outros pelo seu aroma intenso e pela sua capacidade de reter água sem que fique com grumos. O basmati funciona melhor em pratos como pilaf, biryani, caril ou ensopado.

3) Arroz selvagem

O arroz selvagem é, na verdade, a semente de uma cepa de capim aquático cultivada na América do Norte. Os grãos são longos, finos e pretos ou castanhos. O arroz selvagem é mais difícil de cultivar e colher do que os outros tipos de arroz.

4) Arroz de sushi

O arroz japonês de grão curto é um clássico da dieta japonesa. Existem algumas variedades, como Koshihikari, Hitomebore e Akitakomachi. No entanto, nos supermercados este arroz é rotulado como arroz de sushi. Quando cozido, fica pegajoso e pode ser facilmente enrolado em bolas ou modelado nas típicas formas do sushi. Para além do sushi, também pode ser servido como acompanhamento.

5) Arroz carolino 

É provavelmente o tipo de arroz mais utilizado em Portugal. Um dos motivos é por conseguir absorver melhor o sabor dos condimentos e, por isso, ser ideal para pratos caldosos. Não é por acaso que é usado em pratos típicos como o arroz de marisco ou de tomate.

6) Arroz preto 

Existem diferentes denominações para este tipo de arroz de grão médio. São elas: “arroz proibido”, “arroz preto tailandês”, “arroz preto Nerone” ou “arroz preto Venere”. 

7) Arroz agulha

Pertencente à espécie índica, este tipo de arroz é mais comprido do que o carolino e, por isso, mais fácil de cozinhar. De textura solta, é um tipo de arroz ideal para pratos como arroz de ervilhas ou de cenoura.

8) Arroz integral

Como não passa pelo processo normal de industrialização, o arroz integral preserva as suas qualidades nutricionais por preservar a integridade do grão. Em relação ao arroz mais comum (branco), contém maior teor em fibra e de alguns micronutrientes como é o exemplo do magnésio.


Explore aqui 4 receitas de arroz enquanto acompanhamento dos seus pratos e inspire-se!
PARTILHAR 3 LIKES

Glossário

Sugestões