Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

PESCADA

Os peixes podem ser classificados segundo a quantidade de gordura (lípidos) que apresentam na sua composição, em peixes gordos ou peixes magros. Neste caso, a pescada é classificada como sendo um peixe magro, pois ao compará-la com um peixe gordo, como por exemplo o salmão, é possível verificar que existe uma grande diferença nos valores de lípidos.

A pescada é um peixe de água salgada e é considerada um dos melhores peixes da família Merlucciidae, devido à sua consistência, carne branca, sabor ligeiramente adocicado e pouca quantidade de espinhas, características que são apreciadas pelo consumidor e mais facilmente aceites pelas crianças.


INFORMAÇÃO NUTRICIONAL

Tabela de composição nutricional (100 g de Parte Edível)

 

Pescada Crua

Pescada Cozida

Energia (kcal)

83

109

Água (g)

80

76

Proteínas (g)

17.6

19.2

Lípidos (g)

1.4

3.6

Hidratos de carbono (g)

0

0

Colesterol (g)

19

25

Nicina (mg)

1.1

1.1

Vitamina B6 (mg)

0.063

0.069

Vitamina B12(mg)

0.72

0.67

Potássio (mg)

359

352

Sódio (mg)

100

190

Fósforo (mg)

193

196

Ferro (mg)

0.3

0.6


mg = miligramas. µg= microgramas. 
Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios.
Fonte: Porto A, Oliveira L. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006.


VANTAGENS E DESVANTAGENS

A pescada é considerada um peixe de carne branca e por isso é caracterizada por conter baixos teores de gordura (aproximadamente 5%) e elevados teores de proteínas. Assim é uma boa opção para pessoas que se encontrem em regime de dieta. 
Comparando com os peixes gordos, a pescada possui um menor teor de ácidos gordos ómega-3, contudo contribui para a melhoria dos níveis de colesterol e permite diminuir apressão arterial diastólica e o perímetro da cintura.
Tal como é uma boa fonte de proteínas, a pescada também é rica em vitaminas e minerais. Contém uma grande quantidade de vitaminas do complexo B, como a niacina (vitamina B3)que é necessária para promover a saúde das nossas células e eliminar toxinas do organismo. Também é possível encontrar na pescada a vitamina B6 que mantem o bom estado de saúde da nossa pele, sistema nervoso e células.
Este peixe branco também possui boas quantidades de fósforo e iodo, que possibilitam a formação e manutenção de partes importantes do nosso organismo, como por exemplo os ossos e dentes. O selénio e o iodo são minerais importantes para o bom funcionamento da glândula tiroideia e do sistema imunitário. Uma deficiência destes minerais pode contribuir para o desenvolvimento de certas doenças e de certos tipos de cancro.
Infelizmente, a contaminação e a poluição existentes em muitos rios e mares, leva a que os peixes, em geral, possam conter produtos químicos que acabam por comprometer a saúde humana, como é o caso do mercúrio. Porém este risco é minimizado pela riqueza do alimento em selénio que consegue reduzir a sua acumulação nos rins.

COMO COMPRAR E CONSERVAR

Tal como outro tipo de peixe, ou até mesmo qualquer outro tipo de alimento, o consumidor deve ser capaz de o analisar antes de efetuar a sua compra. No que diz respeito à pescada, esta pode ser adquirida sob diferentes formas: filetes ou postas, congeladas, frescas, fumadas ou salgadas. Cabe ao consumidor escolher a forma que mais lhe convém de acordo com o método de confeção que pretende utilizar. 
No ato da compra, o consumidor deve ter em atenção que existem vários tipos de pescada, que diferem do local de pesca. Normalmente, na pescada congelada é possível encontrar um rótulo que indica o seu local de origem, contudo quando é adquirida ao natural, ou seja, fresca, muitas vezes essa informação é omitida, tornando-se necessário que o consumidor pergunte ao vendedor essa informação. A pescada pode provir de locais como o Chipre, Argentina, Sul de África, Mar Mediterrâneo, Oceano Atlântico, entre outros.
É ainda de extrema importância avaliar o aspeto da pescada, que deve ter uma cor branca, sem quaisquer sinais de zonas mais escuras e de secura. Para além disto, deve-se ter em atenção o seu cheiro, que deve ser suave e característico deste alimento.
Para manter as suas propriedades, é recomendado que efetue a sua compra imediatamente antes do regresso a casa. Aquando a sua aquisição, se a pescada não for consumida no mesmo dia, deve ser conservada no congelador até ao dia de consumo, de forma a que esta não perca as suas propriedades organoléticas. Quando se pretende descongelar, verifica-se ser mais seguro efetuá-lo no frigorífico a temperaturas mais elevadas que o congelador (mas nunca a cima dos 0ºC), pois nesse meio é menos provável a contaminação do alimento, comparando com o descongelamento à temperatura ambiente onde existe um contacto com partículas de ar.

Conheça receitas com este alimento em Nestlé Cozinhar.
PARTILHAR 68 LIKES

Sugestões