Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Alguns cuidados com a alimentação
Nutrição

Alguns cuidados com a alimentação

Bebidas

Para a sede, nada melhor do que a água. E para te manteres devidamente hidratado/a, principalmente em tempo quente, não te esqueças de beber pelo menos 1,5 l por dia. Para variar podes aromatizar com sumo ou casca de limão, um pau de canela, raspa de gengibre ou umas folhas de hortelã, por exemplo.

Chás e tisanas (infusões de plantas como a tília, cidreira, etc.) sem açúcar adicionado, sumos de fruta naturais, embora percam uma parte importante da fibra, são também boas opções que ajudam a garantir a ingestão diária adequada de água e fornecem adicionalmente antioxidantes.

Cafeína, com conta, peso e medida

O café, o  chás e alguns refrigerantes contêm cafeína. Esta substância tem efeito estimulante e é particularmente valorizada para ajudar a despertar ou a recuperar o ritmo numa pausa ao longo do dia.

De forma geral a recomendação de ingestão e cafeína para adultos saudáveis é que não deve ultrapassar os 300mg por dia. Vê ao que equivale:

  • 1 Café Cheio: 125mg
  • 1 Café Médio: 115mg
  • 1 Café Curto: 104mg
  • 1 Descafeínado: 2mg
  • 1 Refrigerante: 46 mg
  • 1 Chávena de Chá: 36mg
Açúcar e produtos açucarados

Sob a designação de açúcares encontramos, entre outros, a sacarose (vulgar açúcar de mesa), glucose, dextrose, frutose (açúcar natural da fruta), maltose, lactose (açúcar natural do leite), entre outros.

Os açúcares de adição são um ingrediente presente em quantidades significativas em bolos, compotas, e doces em geral. Uma vez que o seu contributo para o dia alimentar é apenas ao nível da energia, não fornecendo outros nutrientes deve ser consumido com moderação e se possível reservado para dias especiais ou em que o dispêndio de energia seja significativo (uma boa caminhada, uma ida ao ginásio, etc.)

Felizmente hoje em dia são várias as opções de alimentos com teores reduzidos de açúcar adicionado. Através da leitura atenta do rótulo é possível identificar os produtos que mais se ajustam às tuas necessidades.

Sal e produtos salgados

Segundo a Organização Mundial da Saúde a quantidade de sal ingerida diariamente deve ser inferior a 5g. Uma vez que muitos alimentos já contêm sal na sua composição a melhor forma de respeitar esta recomendação é moderar o consumo de produtos salgados (produtos de salsicharia/charcutaria, alimentos enlatados, batatas fritas, aperitivos, ...) mas também a utilização de sal em natureza, ou seja, adicionado aos cozinhados ou à mesa.

A substituição deste ingrediente por ervas aromáticas (aipo, alecrim, alho, cebolinho, coentro, estragão, hortelã, louro, oregãos, tomilho, salsa,...) e especiarias (açafrão, baunilha, canela, caril, colorau, noz-moscada,...) na preparação e confeção dos alimentos é uma boa forma de realçar os sabores dos alimentos tornando-os mais apetitosos e saudáveis.

Mais uma vez, a leitura atenta dos rótulos é fundamental na seleção de alimentos com reduzido teor de sal e sódio.

Sabe mais sobre como substituir o sal na alimentação

 

também

Nutrição

Fazer boas escolhas alimentares e ter um estilo de vida ativo e saudável tornou-se uma tendência…

Nutrição

A alimentação deve ser sempre adaptada às necessidades de cada um. Lê o artigo e descobre a…

Nutrição

Os alimentos congelados podem ser uma boa opção nutritiva para quem não tem tempo nem espaço na…