Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé


SOCIAL

A IMPORTÂNCIA DA PROTEÍNA NA VIDA DE UM DESPORTISTA

Em primeira análise, para uma melhor compreensão do texto, importa esclarecer a distinção entre três conceitos: atividade física, exercício físico e desporto. O primeiro conceito remete a qualquer movimento corporal realizado pelo sistema músculo-esquelético que aumenta substancialmente o dispêndio energético. O segundo conceito, exercício físico (subcategoria da atividade física), é uma atividade planeada, estruturada e repetitiva cujo objetivo é a manutenção ou melhoria de uma ou mais componentes da aptidão física. Por fim, o desporto é uma atividade física com regras específicas e cujo objetivo é a competição.

A alimentação é o sustento do nosso organismo. Como tal, a mesma tem que ser adequada às necessidades diárias de cada um e ao seu estilo de vida. 
Para quem pratica atividade física, a alimentação tem um caráter adicional muito importante. Já na antiguidade clássica, os praticantes de desporto consumiam determinados alimentos ou partes específicas de certos animais. Esta prática funcionava como uma ajuda ergogénica (i.e. potenciadora) ao exercício e ao desempenho físico. 

Alimentação e prática de atividade física

Sabemos que tanto a alimentação como a prática regular de atividade física são componentes cruciais quando se fala de um estilo de vida saudável. Ambos não ajudam apenas a manter uma boa forma física, podendo igualmente ajudar na prevenção e combate de algumas doenças. A obesidade, a diabetes e as doenças cardiovasculares são apenas alguns exemplos. 

Uma alimentação saudável tem por base a diversidade e o equilíbrio, no entanto, tem que ser adequada às necessidades diárias de cada indivíduo. Assim, durante a prática de exercício físico ou prática desportiva é importante ter em atenção alguns cuidados, principalmente no que diz respeito à alimentação. 

A alimentação incide na prática de atividade física, tanto no que está relacionado com o rendimento do praticante como na própria recuperação após o exercício. É através da alimentação que são alcançadas as necessidades nutricionais necessárias ao treino e pós treino. Além disso, a ingestão de certos nutrientes vai atuar na prevenção de lesões e recuperação de algumas que possam ter acontecido inevitavelmente.

A proteína e a atividade física

A proteína é um macronutriente essencial na alimentação de qualquer um. É indispensável ao organismo, uma vez que é responsável pela renovação e formação celular. São, igualmente, elementos fundamentais para determinadas reações químicas que acontecem no organismo e parte constituinte de hormonas responsáveis por regular o mesmo. 

As necessidades proteicas de um indivíduo que pratica atividade física estão relacionadas com as suas funções no organismo de um modo geral. Aquando a prática da atividade física em questão, é importante o consumo adequado deste macronutriente para reparar e substituir proteínas danificadas por esta ao nível dos músculos, ossos, tendões e ligamentos. Este adequado consumo permite, igualmente, o aumento de massa muscular (através da síntese proteica), assim como uma taxa de produção suficiente de proteínas plasmáticas. 

Durante qualquer prática de atividade física ocorre sempre um desgaste muscular. Assim, outra das funções da proteína é atuar nesse desgaste promovendo a regeneração muscular. Desta forma, torna-se importante destacar que a proteína é o principal nutriente responsável pela construção da massa muscular. 

A proteína também é importante a induzir o estado anabólico (construção) necessário para a recuperação do músculo, ajudando igualmente a diminuir a sensação de fadiga. 

Há uma quantidade definida de ingestão de proteína?

Dependendo da idade, género, tipo e intensidade de treino e regularidade da prática da atividade física em questão, as necessidades nutricionais variam significativamente, principalmente no que diz respeito à energia e proteína diárias. 

Por todas estas variáveis, e pelo já referido importante papel da proteína no organismo,  é fundamental consultar um nutricionista para a respetiva adequação nutricional.

Outros nutrientes importantes

Para além da proteína, há outros nutrientes que não podem ser esquecidos durante a prática de qualquer atividade física. 

Os hidratos de carbono, por exemplo, têm um papel fundamental no que diz respeito à prática de atividade física, sendo responsáveis pelo substrato energético muscular.

Os minerais são também muito importantes pois enquanto praticamos atividade física há um “desgaste” do organismo, sendo que este esforço em conjunto com a transpiração levam à perda de energia, água e sais minerais. Desta forma, é importante garantir a reposição destes componentes no organismo através de uma alimentação e hidratação adequadas. 
PARTILHAR 0 LIKES

Glossário

Sugestões