Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé


SOCIAL

ALIMENTOS CONGELADOS - UMA BOA OPÇÃO?

Uma Solução Prática e Nutritiva

Nos dias que correm parece haver cada vez menos tempo para dedicar à compra, preparação e confeção de uma alimentação cuidada e nutritiva. 

No caso dos alimentos frescos e perecíveis a situação torna-se mais crítica, porque o tempo escasseia para ir às compras com a regularidade necessária para dispor de carne, peixe, frutas e vegetais num estado de conservação que mantenha a totalidade do seu valor nutricional. 

Os alimentos congelados apresentam-se, assim, como uma solução económica e prática para conseguir ter a dose diária recomendada de verduras e frutas. As famílias que incorporam estes alimentos congelados no seu dia alimentar podem até conseguir desta forma um melhor equilíbrio nutricional uma vez que estes alimentos estão sempre disponíveis no congelador. E com tantas opções disponíveis nas superfícies comerciais, não é difícil encontrar algo que seja do agrado de todos.

Os benefícios dos congelados

As frutas e os vegetais são colhidos quando estão no ponto ideal e normalmente são congelados a muito baixa temperatura numa questão de horas, mantendo assim todos os nutrientes e sabor. Por norma, as frutas e verduras congeladas mantêm a grande maioria das suas vitaminas e a totalidade dos minerais, e não há alterações no seu conteúdo de hidratos de carbono, proteínas gordura e fibra. 

Em alguns casos, as frutas e verduras congeladas podem até manter um valor nutricional mais alto que frutas e verduras “supostamente” frescas: estas vão-se degradando com o passar do tempo à medida que vão ficando maduras, enquanto que o processo de congelamento preserva os nutrientes. 

Os alimentos congelados oferecem, por isso, uma opção conveniente e acessível de incorporar alimentos saudáveis de todos os grupos da  Roda dos Alimentos , incluindo frutos, verduras e leguminosas. 

Para além de pouparem tempo, também ocupam menos espaço e são de preparação mais fácil. E não só podem ser mais baratos como podem ainda ajudar a reduzir o desperdício alimentar. 

Como escolher os melhores produtos congelados


Nem todas os alimentos congelados têm a mesma qualidade - há muitas refeições congeladas que podem ter altos conteúdos de gorduras saturadas, açúcares adicionados e sal. Quando estiver a fazer as suas escolhas, observe atentamente a informação nutricional constante no rótulo  de cada alimento. . Compare os rótulos para escolher as opções mais saudáveis para si e para a sua família. Tenha em atenção as doses de cada alimento quando fizer essas comparações. Escolha as que tenham menos gorduras saturadas, menos açúcar e sal e que tenham mais fibras, vitaminas e minerais.

Estes alimentos devem ser os últimos a ser comprados numa ida ao hipermercado/supermercado, para impedir que estejam demasiado tempo expostos à temperatura ambiente e evitar assim a sua deterioração.

Como conservar e consumir em segurança

Para consumir estes alimentos de forma segura, siga as instruções nas embalagens. O ideal é descongelar apenas a quantidade necessária de alimentos pois, uma vez descongelados, os produtos não deverão voltar a ser congelados. 

Para descongelar devidamente os alimentos coloque-os no frigorífico, para que estes descongelem lentamente e de modo seguro. Assegure-se de que o alimento a ser descongelado está protegido para que os líquidos não contaminem os restantes conteúdos do frigorífico durante este processo.
PARTILHAR 8 LIKES

Glossário

Sugestões