Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

CEREJA

No mês de maio, e com a chegada do bom tempo, chegam as cerejas, um fruto muito apetecido não só pelos adultos, que apreciam o seu sabor doce, mas também pelas crianças, sustentando as suas brincadeiras de faz de conta.

Originária do Médio Oriente, adaptou-se com facilidade a zonas de clima temperado. Os pomares de cerejeiras encontram-se, sobretudo, a norte do rio Tejo.

Das variedades que podem ser encontradas, destacam-se as cerejas doces e as ácidas, sendo estas últimas conhecidas por ginjas.
 
Tabela  NUTRICIONAL

A cereja tem um interessante valor nutricional graças à presença dos fitoquímicos, uma substancia com propriedades de proteção celular e anti-inflamatórias.

Entre os componentes da cereja, podemos encontrar os ácidos fenólicos e flavonóides, não produzidos pelo nosso organismo e importantes antioxidantes. Este fruto apresenta um considerável teor em fibra, vitamina C e carotenóides.

Pela sua elevada quantidade de água e riqueza em potássio, possui propriedades diuréticas que fazem da cereja um ótimo fruto para a eliminar toxinas e evitar a retenção de líquidos. O potássio é também essencial para a regulação do ritmo cardíaco e atividade muscular.

Tabela de composição nutricional (100 g de Parte Edível)

 

Cereja

Energia (kcal)

67

Proteínas (g)

0.8

Gordura (g)

0.7

Hidratos de carbono totais (g)

13.3

Fibra (g)

1.6

Carotenos (mg)

141

Folatos (mg)

5

Vitamina C (mg)

6

Magnésio (mg)

10

Potássio (mg)

210


mg = miligramas. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios.
Fonte: Porto A, Oliveira L. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006, pág. 98-99

COMO ESCOLHER

Devem escolher-se as cerejas que apresentam uma consistência firme e uma cor vermelha e brilhante, sendo estas as características principais que indicam a frescura deste fruto. Devem também exibir um pedúnculo verde, ser carnudas e apresentarem-se limpas e secas.

Dependendo do tempo de armazenamento que se lhe quer dar, deve ter-se em atenção a sua maturação aquando a compra. Uma cereja madura é mais pesada e doce, face a uma imatura. Devem evitar-se sempre os frutos moles, pegajosos, rachados ou podres.

COMO CONSERVAR

Pode conservar as cerejas no frigorífico ou à temperatura ambiente, consoante o tempo de durabilidade pretendida. No frigorífico devem ser conservadas na zona mais fria, até aproximadamente 3 a 5 dias. À temperatura ambiente as propriedades das cerejas podem alterar-se e a sua durabilidade torna-se mais reduzida.

Para que tenha cerejas sempre disponíveis, pode congela-las, dentro de um saco de plástico, durante um período de cerca de 8 meses.

COMO SABOREAR

A melhor forma de as saborear, e a mais comum, é ao natural. No entanto, pode utilizar as cerejas para preparar deliciosas sobremesas, conservas, compotas e bebidas.

Sabia que os pedúnculos deste fruto podem ser utilizados para fazer chá? Deixe-os secar ao sol, durante uma semana, e guarde-os num recipiente bem fechado. Vai ver como é delicioso!


CURIOSIDADES

Um parente da cereja doce é a ginja (cereja ácida), que é utilizada para fazer o conhecido licor, a ginjinha. Mas Portugal não é o único país a utilizar esta variedade para fazer bebidas: na Alemanha produz-se o Kirsch e na Croácia obtém-se o Maraschino.
PARTILHAR 20 LIKES

Glossário

Sugestões