Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

ALHO FRANCÊS

Presume-se que o alho francês, também conhecido como alho-porro, tenha a sua origem na Ásia Central. Começou por ser utilizado pelos antigos Egípcios, Gregos e Romanos que depois o levaram para diversas partes da Europa. 

Hoje em dia, o alho francês é um vegetal importante em muitas cozinhas europeias e é cultivado em muitos países da europa.

O alho francês pertence à mesma família (Alliaceae) das cebolas e dos alhos. Este vegetal apresenta geralmente cerca de 50 cm de comprimento e quatro centímetros de diâmetro, e ostenta um agradável e aromático sabor. Subdivide-se duas variedades: alho francês de Inverno e de Verão. As variedades de Verão são geralmente de menor porte e têm um sabor menos intenso que as variedades de Inverno.

A parte branca do alho francês é a predilecta dos cozinheiros, compondo sopas, guisados, gratinados e tartes; no entanto, as folhas verdes não devem ser desperdiçadas, podendo aplicar-se na confecção de sopas.

Paralelamente ao aspecto alimentar, o alho-porro goza, em Portugal, de uma vertente lúdica, associando-se aos festejos de S. João, no Porto, onde é usado para martelar as cabeças dos mais desprevenidos!

No País de Gales é um dos símbolos nacionais do, fazendo parte dos rituais do dia de São David, altura em que é tradição os galeses usarem a planta como ornamento estético.
 

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL

O alho francês é um legume que se destaca pelas quantidades de vitamina C, ferro, folato e vitamina B6. 


Tabela de composição nutricional (100 g de Parte Edível)


 

Alho Francês Cru

Energia (kcal)

21

Água (g)

91.0

Proteínas (g)

1.8

Lípidos (g)

0,3

Hidratos de carbono (g)

2.9

Fibra (g)

2.4

Vitamina C (mg)

20

Vitamina B6 (mg)

0,48

Ferro (mg)

1.0

Folato (µg)

87















mg = miligramas.
µg = micrograma
Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios.
Fonte: Porto A, Oliveira L. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006.


VANTAGENS E DESVANTAGENS

O alho francês é uma fonte de vitamina C e ácido fólico que, por serem antioxidantes, ajudam o sistema imunitário a proteger o organismo contra infecções e outros danos. Além disso, a vitamina C participa na produção do colagénio, uma proteína que faz parte de várias estruturas do nosso organismo, como a pele, tecido conectivo, cartilagem e tendões.
A vitamina B6, em conjunto com a vitamina B12, é essencial para a conversão da homocisteína, mantendo baixos os seus níveis. A homocisteína é uma molécula que pode danificar as paredes dos vasos sanguíneos e cujos elevados níveis no sangue estão associados com um maior risco de doença cardiovascular. 
O ferro desempenha um papel importante no transporte de oxigénio no organismo, na produção de energia e no sistema imunitário. É particularmente importante nas mulheres menstruadas por terem um maior risco de deficiência neste mineral devido às perdas de sangue.
O alho francês contém quantidades consideráveis de oxalatos, um anti-nutriente que pode interferir com a absorção de cálcio proveniente da dieta.


COMO COMPRAR E CONSERVAR

Aquando da compra, o alho francês deve apresentar-se firme, com folhas verde-escuras na parte superior e a parte inferior branca. O alho francês de boa qualidade não se deve apresentar amarelado ou murcho, e a parte inferior branca não deve apresentar rachas nem estar amachucada. 
O alho francês está disponível durante todo o ano, embora exista em maior quantidade durante a Primavera. 
O alho francês fresco deve ser conservado no frigorífico, onde se manterá fresco por entre uma a duas semanas. Envolvê-lo num saco plástico irá ajudá-lo a reter a humidade. Cozido é altamente perecível, e mesmo quando conservado no frio, só se mantém em boas condições durante aproximadamente dois dias. 
Este legume pode ser congelado depois de branqueado, por dois a três minutos, embora vá perdendo alguns dos seus gostos e qualidades desejáveis de textura, o alho francês pode ser mantido no congelador durante cerca de 3 meses. 

Conheça receitas com este alimento em Nestlé Cozinhar.
PARTILHAR 11 LIKES

Sugestões