Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Kiwi
Alimentos

Kiwi

É um fruto extremamente atractivo, quer pelas suas características visuais e organolépticas quer pela sua riqueza nutricional. 

O kiwi é fruto de uma planta trepadeira que partilha o mesmo nome e pertence à família das Actinidiáceas, sendo a espécie mais comum a Actinidia deliciosa.

A origem deste fruto exótico remonta ao início do século 20, na China. Daqui foi transportado para a Nova Zelândia por missionários. As primeiras plantações ocorreram décadas mais tarde. Em 1961, este fruto, surgiu pela primeira vez num restaurante nos Estados Unidos da América, sendo este país o principal responsável pela sua produção, distribuição e comercialização. Actualmente, os principais produtores de kiwi são a Itália, Nova Zelândia, Chile, França, Japão e Estados Unidos.

O crescente aumento da ingestão de kiwi reflecte a sua popularidade devido, principalmente, à combinação apetecível entre sabor, valor nutricional, aspecto ímpar e originalidade na denominação.

Este fruto refrescante apresenta características muito peculiares, uma consistência cremosa, um sabor doce e ácido intensos.

No interior deste pequeno fruto de casca acastanhada e áspera, reside uma polpa verde brilhante, de centro esbranquiçado com pequenas sementes pretas dispostas circularmente.
 
Informação Nutricional

O kiwi é uma excelente fonte de água e vitaminas. Além destes, o kiwi é ainda rico em ácido fólico, potássio, magnésio e fibra solúvel e insolúvel.

g = grama; mg = miligrama e µg = micrograma. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Fonte: Tabela da Composição de Alimentos – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

Composição nutricional
(100g de parte edível)
Kiwi
Energia (kcal) 60
Água (g) 82,9
Proteínas (g) 1,1
Lípidos (g) 0,5
Hidratos de Carbono (g) 10,9
Ácido Fólico (µg) 42
Fibra (g) 1,9
Vitamina E (mg) 0,4
Vitamina C (mg) 72
Potássio (mg) 300
Magnésio (mg) 18
Vantagens e desvantagens

O kiwi oferece-nos inúmeros fitonutrimentos, vitaminas e minerais que são benéficos para a saúde.

Muitas vezes, referimo-nos a ele como sendo um bom fornecedor de vitamina C. De facto, um kiwi médio é suficiente para satisfazer as necessidades nutricionais desta vitamina. É também rico em vitamina E. A nível celular, estas vitaminas estão envolvidas no processo de neutralização de radicais livres responsáveis pelo stress oxidativo.

A capacidade protetora do Kiwi deve-se, também, à presença de vários fitonutrimentos antioxidantes, tais como flavonoides e carotenoides.

O ácido fólico é essencial na produção de glóbulos vermelhos e brancos, na síntese de material genético e formação de anticorpos. O potássio é necessário na transmissão do impulso nervoso para uma atividade muscular normal e intervém no equilíbrio eletrolítico, a nível celular. O magnésio está relacionado com o bom funcionamento do sistema gastrointestinal, nervoso, muscular e imunitário. A fibra favorece o funcionamento intestinal e ajuda a regular os níveis plasmáticos de colesterol.

Como comprar e conservar

O kiwi é um fruto sazonal, que surge no pomar a partir do mês de outubro, podendo durar até Maio.

Não sendo comestível imediatamente após a colheita, a seleção do kiwi passa por pressioná-lo ligeiramente entre o polegar e indicador. Os mais doces irão ceder suavemente à pressão.

Evita os mais macios, os que apresentam manchas, danos devido a choques mecânicos ou os que estiverem húmidos.

Se no momento em que fores comprar/colher os kiwis ainda não estiverem maduros, podes deixá-los a amadurecer durante alguns dias à temperatura ambiente, desde que protegidos da luz solar ou calor. Podes colocá-los na fruteira junto a maçã, pera ou banana para acelerar o processo de amadurecimento. Se já estiverem maduros podem ser conservados tanto à temperatura ambiente (15 dias), como no frigorífico (30 dias), como no congelador (6 meses). No frio, podem ser conservados durante muito tempo, desde que protegidos da desidratação.

Devido à sua riqueza em clorofila, o kiwi é uma das poucas frutas que mantém a coloração verde quando madura.

O tamanho da fruta não está relacionado com a qualidade, por esta razão, seleciona-a consoante a tua preferência pessoal.

Como utilizar

O kiwi é um fruto tão delicioso que, depois de descascado, pode ser ingerido cru. Existem diversas formas de enfeitar o teu prato com este fruto – em cubos, rodelas, fatias, cortado ao meio – mas não deves ingeri-lo muito tempo após o corte, devido às enzimas que contém, pois são responsáveis pela oxidação do mesmo.

Se adicionares kiwi a saladas de fruta, por exemplo, adiciona-o no momento em que vais servir a sobremesa, para conservar a cor e propriedades nutricionais.
 

 

Receitas Relacionadas

também

Alimentos

A fruta do dragão, também conhecida como pitaia, é tão interessante por dentro como é por fora. É…

Alimentos

É um item básico da despensa e da gastronomia portuguesa também. No entanto, se olharmos para as…

Alimentos

Sabes qual é a diferença entre o Abacaxi e o Ananás? Descobre as diferenças e aprende a distinguir…