Acelga
Alimentos

Acelga

A acelga é um hortícola que pertence à espécie Beta vulgaris, e é originária da bacia do mediterrâneo.
 
Acredita-se que tenha vindo a ser utilizada tanto como alimento como medicamento, desde a pré-história e conclui-se que este hortícola seja valorizado já na Grécia Antiga, pois foi citado por filósofos como Aristóteles (384 aC – 322 aC).
 
No século VIII, o cultivo da acelga era frequente na China, daí difundiu-se para o resto da Ásia. Ainda hoje é um ingrediente-chave da culinária de diversos países do Extremo Oriente. Na Europa, a acelga começou por popularizar-se, especialmente na França, a partir da Idade Média.
 

Informação Nutricional

A acelga, à semelhança dos restantes hortícolas, é pobre em energia e rica em água. Destaca-se também o seu teor em vitamina C, cálcio, fósforo, potássio e fibra.

g = grama; mg = miligrama e µg = micrograma. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Fonte: Tabela da Composição de Alimentos – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.
Composição nutricional
(100g de parte edível)
Acelga Crua
Energia (kcal) 23
Água (g) 92,7
Proteínas (g) 1,8
Lípidos (g) 0,2
Hidratos de Carbono (g) 2,7
Fibra (g) 1,6
Vitamina C (mg) 30
Cálcio (mg) 51
Potássio (mg) 380
Fósforo (mg) 46

Vantagens e desvantagens

A acelga é um hortícola com interesse para a saúde, devido ao seu perfil nutricional. As quantidades apreciáveis de fibra e água contribuem para o normal funcionamento do intestino e para a regulação dos níveis plasmáticos de colesterol, o que contribui para a melhoria da função intestinal e cardiovascular, respectivamente.

O potássio desempenha um papel importante na regulação da tensão arterial, no equilíbrio dos fluidos corporais e na contração muscular. O aporte diário de potássio poderá estar limitado em casos de insuficiência renal.

A acelga fornece quantidades apreciáveis de vitamina C, um antioxidante que favorece o sistema imunitário, auxiliando o organismo na protecção contra infeções, e a produção do colagénio, uma proteína que faz parte de várias estruturas do nosso organismo, como a pele, tecido conjuntivo, cartilagem e tendões.

O cálcio e o fósforo intervêm na formação e manutenção da saúde óssea e dentária, assim, são importantes durante a infância e adolescência para assegurar um crescimento e desenvolvimento adequados; e na idade adulta, para a manutenção das massas ósseas e dentárias e para a prevenção das suas perdas.

O fósforo contribui também para o bom funcionamento do sistema imunitário e auxilia a regeneração de tecidos.

Como comprar e conservar

Ao comprar a acelga fresca, certifica-te que tem folhas polidas, brilhantes, viçosas e com uma consistência firme. Evita a acelga que apresente um talo mole, com pontuações negras, folhas amareladas ou com manchas escuras, pois estes são sinais de deterioração.

No frio, a acelga conserva-se crua ou cozinhada durante 3 a 4 dias. 

Se pretendes congelar a acelga, mergulha as suas folhas em água a ferver e, seguidamente, coloca-as num recipiente com água gelada, de forma a interromper o cozimento. Posteriormente, armazena-a no congelador num recipiente hermeticamente fechado.

 
 

Receitas Relacionadas

também

Alimentos

A fruta do dragão, também conhecida como pitaia, é tão interessante por dentro como é por fora. É…

Alimentos

É um item básico da despensa e da gastronomia portuguesa também. No entanto, se olharmos para as…