Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

BEBER ÁGUA ÀS REFEIÇÕES – SIM OU NÃO?

Beber água às refeições – sim ou não?

No centro da Roda dos Alimentos está a água. A sua localização na Roda reflete, não só a elevada importância para o organismo, como também o facto de se encontrar presente em todos os alimentos.
Como se sabe, grande parte do corpo humano é constituído por água e esta é fundamental para o normal funcionamento do organismo participando na regulação da temperatura corporal, na produção das secreções digestivas, na reparação e construção de tecidos, na distribuição de nutrientes por todas as células e na eliminação de toxinas e impurezas. As necessidades hídricas variam de acordo com o sexo, idade, peso, condições climatéricas, atividade física e estado de saúde.
A água não tem gorduras, proteínas nem hidratos de carbono e por isso não fornece energia. Por isso, não contribui para o consumo energético nem influencia diretamente o peso.

Quais as principais funções da água no sistema digestivo?

A nível do processo digestivo e pelo aumento do volume gástrico a água ajuda a aumentar a saciedade, o que pode ser relevante na manutenção ou regulação do peso.
O tipo de alimentos que estão a ser consumidor também influencia a necessidade de beber água. Por exemplo uma refeição rica em hortícolas e fruta, por exemplo implicará menor necessidade de água do que uma refeição à base de alimentos menos hidratados como arroz ou massa, por exemplo.
A sopa, por exemplo, é uma combinação perfeita de água e fibra, acompanhada de um baixo valor calórico e por isso contribui para uma maior sensação de saciedade, para um bom funcionamento intestinal e simultaneamente para alcançar as necessidades hídricas diárias.
Se não aprecia o sabor da água pode beber água aromatizada (com casca de limão, pau de canela ou gengibre por exemplo), chás ou infusões diversas desde que sem açúcar adicionado.

Qual melhor momento para ingerir líquidos?

Uma vez que a água é essencial à vida, é fundamental que seja ingerida em abundância, diariamente.
Por esta razão, a água deve ser a principal bebida do dia, a acompanhar as refeições e principalmente fora delas mas a quantidade que se ingere em cada momento não é indiferente.
Idealmente a maior quantidade de água deve ser ingerida cerca de 20 minutos antes das refeições e 1 hora após de forma a não interferir com a digestão.

Alguns conselhos para consumo de água às refeições

Por um lado, é necessário consumir algum líquido (água) que vai ajudar a diluir os alimentos e a facilitar a sua digestão. Um copo de água ao longo da refeição é suficiente e contribui para maximizar o aporte hídrico diário e para o aumento da saciedade.
Um consumo superior a este deve ser evitado para que não ocorra a diluição dos sucos gástricos comprometendo dessa forma a digestão e podendo ocasionar problemas digestivos como indigestão, gases, flatulências e deficiência na absorção de alguns nutrientes.

PARTILHAR 50 LIKES

Glossário

Sugestões