Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

O CORAÇÃO

O coração humano é um órgão complexo e espantoso. E, embora o seu funcionamento seja muito simples, a sua importância é crucial. Sabemos que o seu mau funcionamento compromete a qualidade de vida e pode conduzir à morte prematura.

Uma bomba de sangue

A função principal do coração é bombear o sangue que, vindo dos pulmões é rico em oxigénio e nutrientes, e fazê-lo chegar a todas as partes do corpo. Todos os nossos tecidos e órgãos necessitam deste sangue para o seu bom funcionamento. O coração divide-se em duas partes: uma responsável por expelir o sangue oxigenado para todo o corpo e outra que recebe o sangue de volta, quando este já distribuiu o oxigénio e os nutrientes por todo o organismo. São as contrações dos músculos do coração que bombeiam o sangue oxigenado. Sabe-se que o coração bate cerca de 100 000 vezes por dia. Sem que nos demos conta ele enche-se e esvazia-se constantemente. É assim que temos energia para nos mexermos e pensarmos. E para que todos os sistemas do nosso organismo funcionem. Contudo, quando por diversos fatores o seu bom funcionamento é posto em causa, podem surgir doenças associadas. É preciso cuidar muito bem do coração.

Uma questão de ritmo

Os batimentos cardíacos estão associados à abertura e ao encerramento de quatro válvulas. Localizadas no interior do coração, estas abrem e fecham a um ritmo que assegura o bombeamento do sangue apenas num sentido. Quando o coração se contrai o sangue é bombeado e a válvula apropriada abre-se para o deixar passar. Fecha-se logo a seguir para impedir que o sangue volte para trás. Se o ritmo das válvulas se alterar o sangue não corre em sentido único e dá origem a várias patologias.

Doenças que se podem evitar

As doenças cardíacas, ou cardiovasculares, são as patologias que afetam a saúde do coração. Muitos são os fatores relacionados com o risco de as contrairmos. Podem existir problemas de nascença como as mal formações do coração, cujas consequências não podem ser alteradas através do estilo de vida. Mas a verdade é que muitas outras doenças cardíacas resultam de comportamentos voluntários e, portanto, modificáveis.
Muitas vezes, para as evitar, bastam algumas pequenas mudanças no dia-a-dia que fazem toda a diferença na saúde do seu coração e na sua qualidade de vida. Saiba mais sobre os fatores de risco cardiovascular que pode controlar.

Saiba mais aqui

PARTILHAR 14 LIKES

Sugestões