Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Stresse. O que fazer para o gerir e não deixar que interfira no teu dia a dia
Relaxamento e Equilíbrio Interior

Stresse. O que fazer para o gerir e não deixar que interfira no teu dia a dia

Um prazo no trabalho que parece curto de mais para qualquer pessoa conseguir cumprir, uma conta astronómica que chegou inesperadamente, uma birra dos miúdos que parece interminável e o tempo que parece não parar. Tudo são motivos, mais do que suficientes, para começares a sentir algum stresse.

O stresse é uma resposta natural do nosso corpo às situações que precisam que ajustemos os nossos comportamentos repentinamente e ao estarmos sob pressão. Somos criaturas de hábito por natureza, por isso, tudo o que vá contra a norma é o suficiente para nos deixar stressados. E o stresse tem a capacidade de se manifestar das formas mais estranhas. O coração parece que salta do peito, os músculos ficam mais tensos, começas a suar e podias jurar que, por momentos, o ar vai-te fugir totalmente dos pulmões.

Certamente que já passaste por isso, e a realidade é que há pessoas que sofrem mais com o stresse do que outras. Mas também é certo que há momentos em que o stresse pode mexer com tudo o que está à nossa volta e interferir com as nossas rotinas habituais. Contudo, e tal como explica Rosa Basto, psicóloga e autora do livro “Comece a Viver Agora”*1 , normalizar o stresse e deixar que ele controle as nossas vidas não deve ser uma solução.

“Quando o stress assume o comando na sua vida, simplesmente deixa de ter uma vida saudável e o controlo sobre ela”, escreve a especialista. “As doenças aparecem para o obrigar a parar e a perceber que algo não está bem. Normalmente, as pessoas não estão atentas aos sinais ou fazem ouvidos moucos ao que se está a passar com o seu corpo e continuam em stress atrás de stress. Estas doenças vão deixando-o incapacitado e mais vulnerável a outras doenças mais graves, como é exemplo de variadíssimos cancros e outras doenças igualmente graves.”

Mas se este é um problema de todos os dias e pelo qual todos passamos em algum momento das nossas vidas, qual a melhor forma de fazer uma boa gestão do stresse? Há certos mecanismos que podes utilizar no dia a dia e que deves introduzir na tua rotina. Conhece alguns deles.

Trabalha a tua autoestima

É um dos primeiros passos para te sentires melhor no dia a dia. Pode não parecer, de todo, um tema relacionado com stresse, mas a realidade é que, a partir do momento em que temos confiança em nós mesmos, temos confiança para lidar com o mundo.

“A autoestima pode ser definida como o seu sistema de convicções e a sua experiência de vida. Como cada pessoa valoriza positivamente o seu ser. Diria que a autoestima é constituída por sentimentos adquiridos e pensamentos positivos, que levam a uma atitude positiva, dizendo para si próprio: EU SOU CAPAZ!”, escreve Rosa Basto.

Arranja tempo para ti

Chega a casa, desliga o telemóvel do trabalho, silencia as notificações do telefone pessoal e aproveita para estares contigo, ou com alguém de quem gostes, durante alguns minutos. É daqueles clichés que todos os livros de autoajuda nos aconselham a seguir, mas não imaginas a diferença que uns minutos com os teus pensamentos podem fazer pela tua mente.

“Muitos são os que se dedicam em extremo ao trabalho para que nada falte em casa e esquecem-se de viver os melhores momentos”, diz a psicóloga. “Quem trabalha muito não tem tempo para pensar em si mesmo e muito menos em refletir sobre o rumo da sua vida. Também sabemos o que acontece quando não estamos atentos ao nosso sentir. Ficamos distraídos e outros conduzem-nos sem que nos possamos aperceber.”

Arranja tempo para ti

Dorme bem

Sabias que roubar horas de sono à cama gera stresse e ansiedade? Não faltam estudos que comprovem os benefícios de uma boa noite de sono, mas muitas vezes a nossa rotina diária faz-nos andar numa correria tal que acabamos por menosprezar aquilo que nos faz melhor.

O sono, especialmente quando é profundo e sem interrupções, tem inúmeros poderes revigorantes para o organismo. É graças ao sono que temos a capacidade física e mental para suportar os desafios de cada dia, entre eles, o stresse. Uma noite mal dormida pode ser o suficiente para te deixar mais agitado e sensível a tudo o que te rodeia. Por isso já sabes, aquele episódio da série que ias ver, mas que te vai roubar uma hora de sono? Fica para outro dia.

Dormir bem

Aprende a respirar — e a meditar

A meditação, explica Rosa Basto, é como uma espécie de “medicação natural contra o stress e a tensão que acumulamos no dia a dia.” É uma prática simples e que não precisa de grande ciência. Bastam apenas 15 minutos de atenção plena para fazer a diferença.

Se não sabes como começar a meditar e a respirar, há várias aplicações que podem ajudar neste processo. Mas também podes, simplesmente, sentar-te com as costas direitas, o peito para fora, inspirar e expirar profundamente, prestando atenção às sensações do corpo e tentando, dentro do possível, pensar no aqui e agora. Vais ver que faz toda a diferença na tua rotina diária. O que são 15 minutos em 24 horas do dia?

Meditação

*1 Basto, Rosa (2020) “Comece a Viver Agora”, 2.ª edição, Planeta Editora

 

também

Relaxamento e Equilíbrio Interior

Quem nunca passou mais de duas horas a dar voltas na cama a pensar em tudo e mais alguma coisa? As…

Relaxamento e Equilíbrio Interior

O tempo em que vivemos é um tempo demasiado acelerado. Há estímulos vindos de todo o lado, opções…

Relaxamento e Equilíbrio Interior

Há momentos em que nem tudo corre como desejamos e ir almoçar fora ou fazer uma viagem não é uma…