Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé


SOCIAL

COMO SER PRODUTIVO A TRABALHAR A PARTIR DE CASA OU EM ESPAÇOS DE COWORKING?

Trabalhar a partir de casa ou de forma remota é cada vez mais comum. Apresentamos algumas regras para conseguir conciliar a vida familiar com este modelo de trabalho e ser produtivo! 

Trabalhar a partir de casa, ou trabalho remoto como é mais conhecido dentro do meio profissional, é um dos grandes temas no que toca ao futuro do mercado de trabalho. É um conceito relativamente recente em Portugal, mas à medida que mais empresas se vão modernizando também este tipo de trabalho começa a ser encarado com maior naturalidade. Ainda há alguns mitos e preconceitos em relação a esta nova realidade. Apresentamos algumas regras para ser bem-sucedido e produtivo nesta nova forma de trabalhar.

Trabalho remoto não é necessariamente trabalhar em casa 

Apesar de ser comum referirem-se ao trabalho remoto como trabalhar a partir de casa, este termo define de forma genérica o trabalho que é realizado num espaço alternativo ao escritório da empresa. Este local pode ser, por exemplo, o escritório em casa, mas também é possível trabalhar remotamente em cafés, hotéis, aeroportos, táxis, parques… ou em qualquer outro sítio que reúna as condições necessárias para realizar o seu trabalho. Existem também os locais designados como coworking, exatamente para este fim. Nestes espaços, pode alugar uma secretária e usufruir de comodidades como salas de reunião, sala de lazer e refeitório. Se sentir que em casa não consegue manter-se concentrado, opte por encontrar um local propício ao seu trabalho. 

O trabalho remoto não se adequa a qualquer tipo de profissão

Infelizmente esta opção de trabalho não se adapta a todo o tipo de profissões.

Pode ser adequado para quem é empresário e tem uma empresa unipessoal, ou quem quiser testar a viabilidade de uma ideia para um negócio a partir de casa antes de começar a investir na mesma. 

Quem é colaborador ou funcionário de uma empresa já fica sujeito a outros fatores condicionantes para poder trabalhar remotamente. Normalmente, a empresa com que trabalha, já deverá ter um sistema para trabalhar com colaboradores remotos implementado. 

Algumas tarefas podem exigir que o colaborador se desloque até ao local de trabalho todos os dias da semana, no caso das ferramentas necessárias para executar esse trabalho não poderem ser retiradas da empresa - por não serem portáteis, serem perigosas ou sigilosas. Ou quando o trabalhador depende da interação presencial com outras pessoas, de dentro ou de fora da empresa, todos os dias da semana.

Se o colaborador tem um perfil pouco proativo, se não tem um espaço apropriado para trabalhar, ou tem uma família que não respeita a divisão entre o tempo para trabalhar e o tempo para estar em família - então terá dificuldade em trabalhar remotamente.

Oferta e Procura de trabalho remoto

A evolução das tecnologias de informação torna possível trabalhar fora do escritório físico, mas estar em contacto permanente com colegas ou clientes, através de email, partilha de documentos ou vídeo conferência. 

Existem duas maneiras de efetivamente trabalhar a partir de casa: como empreendedor ou freelancer, ou como contratado de uma empresa. O desafio está em conseguir conciliar a vida familiar e pessoal com o trabalho. Os horários são hoje mais flexíveis e neste modelo de trabalho as empresas exigem mais flexibilidade e disponibilidade, mesmo fora do horário normal. Uma das vantagens face a esta maior disponibilidade, é não perder tempo nas deslocações. 

É bastante comum as situações em que o colaborador trabalha remotamente alguns dias da semana. 

Mantenha ou melhore ainda mais a sua organização e metodologia de trabalho 

Trabalhar em casa exige organização adicional. Mantenha as mesmas rotinas matinais como se fosse para o escritório. Defina horários para começar, fazer pausa, refeições e para terminar. Siga estas regras de forma escrupulosa, sempre que possível, mas seja flexível, sempre que o trabalho assim o exigir.

O trabalho remoto não é fácil

Para funcionar bem e com produtividade, o trabalho remoto exige um grande autocontrolo e muita disciplina. Uma questão importante é o isolamento que pode sentir. Problemas familiares e falta de concentração, devido aos ruídos domésticos, são algumas das razões mais apontadas como dificuldades ao optar por trabalhar de forma remota. 

O melhor local para trabalhar 

Apesar dos desafios, quem consegue gerir bem o seu tempo e produzir com qualidade o seu trabalho a partir de casa acaba por trabalhar melhor e aproveita melhor o seu tempo livre. 

Com o trabalho remoto evitam-se as horas e o enorme stress causado pelo trânsito no trajeto entre casa e trabalho. O tempo que o colaborador “ganha” ao evitar engarrafamentos ou transportes públicos pouco eficientes pode ser utilizado para praticar atividade física, acompanhar um filho numa ida ao médico, relaxar, ou até adiantar as suas tarefas para garantir tempo livre noutra altura. A saúde do trabalhador remoto beneficia também com a redução do stress no trânsito e a possibilidade de controlar a qualidade da sua alimentação. Trabalhar a partir de casa também aumenta a motivação e reduz interrupções de colegas e reuniões desnecessárias, aumentando a produtividade. Bom para o colaborador, melhor ainda para a empresa com que trabalha.

Encare esta nova forma de trabalho como um desafio e oportunidade e siga as principais regras para se adaptar a esta nova realidade:

  1. Organização e disciplina são fundamentais para trabalhar a partir de casa. Estabeleça um horário de trabalho e cumpra-o.
  2. Defina uma metodologia de trabalho e mantenha um registo das tarefas efetuadas.
  3. Mantenha o seu espaço de trabalho organizado e apenas com o necessário e essencial para trabalhar.
  4. Se sentir que a sua casa não é o local indicado para trabalhar, opte por alugar um espaço num local de coworking.
PARTILHAR 5 LIKES

Sugestões