Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Fruta desidratada
Alimentos

Fruta desidratada

Já ouvimos falar muitas vezes de fruta desidratada e das suas múltiplas aplicações na cozinha.

Hoje em dia, podemos encontrar uma grande variedade de fruta desidratada à venda por todo o país. Podemos acrescentá-la a bolos, sobremesas ou até mesmo levar para a escola ou trabalho como um snack.
Fruta desidratada versus fruta fresca

Embora a fruta desidratada não seja mais do que fruta seca, é importante perceber que o processo de desidratação pode adicionar alguns nutrientes que não estavam presentes na fruta original, o que altera o valor nutricional do alimento.

O processo de desidratação pode também remover nutrientes importantes que estariam presentes na fruta, mas não na fruta desidratada.

O que é a fruta desidratada?

O processo de desidratação é bastante conhecido, sendo utilizado pelos nossos antepassados. Ao desidratar a fruta, isto é, ao remover água da sua composição, iremos preservá-la durante mais tempo e impedir que apodreça.

Este processo é normalmente feito em larga escala, onde a fruta é cortada em pequenas rodelas e aquecida, para remoção da água da sua composição. No entanto, em todo este processo, podem ser adicionados açúcares ou outros agentes conservantes. Assim, acabas por ter fruta desidratada que não é tão benéfica à tua alimentação, quando comparada com a fruta original.

Como podes preparar

Podes preparar fruta desidratada em casa de uma forma simples, fácil e rápida:

Pré-aquece o forno a uma temperatura não superior a 60ºC. É importante que não aqueças demasiado o forno, pois temperaturas elevadas podem acabar por cozinhar a fruta, em vez de a desidratar. Caso a temperatura mínima do teu forno seja muito superior a 60ºC, podes deixar a porta aberta durante todo o processo.

Corta a tua, ou as tuas, frutas de eleição e coloca-as num tabuleiro adequado para ir ao forno. Por fim, deixa as frutas desidratar durante algumas horas e armazena-as num recipiente hermeticamente fechado.

As frutas desidratadas mais populares são a banana, a maçã, o figo, o alperce e a manga. No entanto, hoje em dia também é possível encontrar frutas desidratadas mais exóticas como o coco, a ameixa e o ananás.

Quais são as vantagens da fruta desidratada?

A fruta desidratada tem várias vantagens, que a tornam num snack perfeito para qualquer ocasião do dia.

#1 Transporte fácil

Normalmente, a fruta desidratada é cortada em pequenos cubos ou rodelas. Com um formato reduzido, podes transportar facilmente pequenas porções de fruta desidratada na tua mochila. Para além disso, podes misturar várias frutas desidratadas, criando uma espécie de salada de frutas.

#2 Muito nutritivas e saborosas

A fruta desidratada é o snack perfeito para quando apetece algo doce. Normalmente, a fruta desidratada é mais doce do que a fruta, pelo que pode servir para acalmar o desejo por açúcar. No entanto, nunca te esqueças que fruta desidratada nunca deve substituir fruta normal, principalmente pelos níveis de água e eletrólitos presentes nas mesmas.

#3 Conservam-se durante mais tempo

As frutas desidratadas têm um menor teor de água na sua composição, pelo que irão durar mais tempo sem apodrecer do que as frutas ditas normais. A desidratação é uma excelente opção caso tenhas muita fruta em tua casa. 

E as desvantagens da fruta desidratada?

Apesar de nutritiva, saborosa e fácil de armazenar, a fruta desidratada, quando consumida em excesso, pode ser prejudicial à tua saúde.

#1 Não saber ao certo o que estás a comer

Quando preparas a tua própria fruta desidratada em casa sabes exatamente como foi todo o processo de desidratação da fruta. No entanto, a fruta desidratada seca industrialmente pode por vezes conter elevados níveis de açúcar e agentes conservantes. Para além disso, se a desidratação for feita a temperaturas muito elevadas, arrisca-se a perder nutrientes valiosos. Olha sempre muito bem para os rótulos!

#2 Dificuldade para os mais novos

Por serem desidratadas, estas frutas são, normalmente, relativamente duras e crocantes. Podem, por isso, não ser propriamente fáceis de mastigar pelos mais novos, especialmente se ainda tiverem a primeira dentição. Por isso, toma as devidas precauções ao servir fruta desidratada aos teus pequenos.

#3 Vais beber muita água

A fruta desidratada tem muito menos água na sua composição, e proporcionalmente um teor de açúcar superior, portanto terás mais sede durante o dia se consumires muita fruta desidratada. Por este motivo, pessoas com problemas renais ou com consumo de água restrito poderão ter que evitar o consumo de fruta desidratada.

 

também

Alimentos

A fruta do dragão, também conhecida como pitaia, é tão interessante por dentro como é por fora. É…

Alimentos

É um item básico da despensa e da gastronomia portuguesa também. No entanto, se olharmos para as…

Alimentos

Sabes qual é a diferença entre o Abacaxi e o Ananás? Descobre as diferenças e aprende a distinguir…