Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

ADOLESCENTES

Tal como em qualquer faixa etária, também os adolescentes devem seguir um regime alimentar saudável, equilibrado e completo. 

E no entanto, tão importante como assegurar ao organismo todos os nutrientes que ele precisa – alertando para patologias relacionadas com a prática de uma alimentação incorrecta – é fomentar a prática regular de actividade física.

E nesta fase de transição entre a infância e a idade adulta, é a melhor altura para criar hábitos saudáveis que possam perdurar pela vida fora.

NECESSIDADES NUTRICIONAIS:

As crianças e adolescentes que desenvolvem uma situação de pré-obesidade ou obesidade apresentam um risco mais elevado de desenvolverem, ao longo da vida, algumas doenças crónicas anteriormente observadas apenas em adultos. A obesidade per se, acrescida das patologias que condiciona, determina uma deterioração da qualidade e redução da expectativa
de vida aos indivíduos que dela padecem, mesmo após a aquisição de um estado nutricional adequado.


De entre as patologias exacerbadas pela obesidade, salientam-se:

Alteração do comportamento psico-afectivo-social e mau rendimento escolar – uma imagem progressivamente fragilizada conduz frequentemente a situações de mau rendimento escolar, depressão e auto-exclusão que persistem durante a vida adulta.

Diabetes mellitus tipo 2 (DMT2) – antigamente esta patologia ocorria apenas na idade adulta, estando associada ao processo de envelhecimento. Actualmente, a incidência de DMT2 tem aumentado entre crianças e adolescentes, acompanhando quase em paralelo o aumento mundial da prevalência de pré-obesidade e obesidade.

Dislipidemia – caracteriza-se por níveis elevados de colesterol total, colesterol LDL e triglicerídeos e por níveis baixos de colesterol HDL no sangue, aumentando o risco de desenvolvimento de doença cardiovascular, razão pela qual o sobre peso em idade pediátrica aumenta o risco de doença cardiovascular e morte prematura na idade adulta.

Hipertensão arterial – os valores da tensão arterial durante a fase de crescimento são predictivos dos valores registados em idade adulta, razão pela qual se deve vigiar este parâmetro de risco cardiovascular e renal.

Apneia do sono – é uma das complicações agudas da obesidade que compromete a existência de um sono reparador condicionando a um estado de sonolência e apatia ao longo do dia com consequente compromisso do rendimento escolar e da própria sociabilização.

Outras – outras alterações poderão ocorrer na dependência do excesso de gordura corporal, destacam-se alterações ortopédicas (anca, joelho, pés), que podem mesmo necessitar de intervenção cirúrgica, acumulação de gordura no fígado, presença de pedras na vesícula biliar.

Na idade adulta devem manter-se todas a regras de uma alimentação equilibrada, variada e completa, de acordo com as directrizes da Nova Roda Adulto.

PARTILHAR 25 LIKES

Glossário

Sugestões