Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

SABE O QUE FAZER PARA COMER MELHOR?

Se está a ler este artigo é porque se preocupa com a sua alimentação. Parabéns. Comer bem é a melhor maneira de se manter em forma. E é mais fácil do que imagina. Na verdade, como em quase tudo, é uma questão de hábito. Se acha que precisa de melhorar a sua forma de se alimentar, comece já a fazer pequenas mudanças. Saiba que pode melhorar, e muito, a sua alimentação, quase sem dar por isso. 

Comer com prazer

Equilibrar nutricionalmente a sua alimentação não significa deixar de comer o que mais gosta. Basta saber equilibrar a “balança”. A primeira medida é moderar a quantidade de gorduras e proteínas ingeridas. E, logo a seguir, assegurar a dose diária de frutas, verduras e legumes, recomendada pela Roda dos Alimentos. Esta simples “roda” é o guia mais valioso para quem quer ter mais saúde.

 

Saiba o que come

É natural que, durante o dia, com tantos afazeres, caia na tentação de comer “qualquer coisa” aqui, uma guloseima ali e perder a noção do que come na verdade. Use a lista que disponibilizamos abaixo para verificar a quantas anda a qualidade da sua alimentação. É a melhor maneira de detetar as mudanças que precisa de fazer:

·         Tomar sempre pequeno-almoço

·         Evitar longos períodos de jejum

·         Iniciar o almoço e o jantar com sopa 

·         Consumir diariamente alimentos ricos em fibra, tais como frutos e hortícolas;

·         Moderar o consumo de açúcar e produtos açucarados;

·         Reduzir o consumo de sal, substituindo-o por ervas aromáticas e especiarias (salsa, louro, orégãos…), e evitando alimentos ricos em sal (refeições pré-preparadas);

·         Moderar a ingestão de alimentos ricos em ácidos gordos saturados (leite gordo, manteiga, carnes vermelhas, enchidos, etc.);

 

Cozinhar para a saúde

A forma de cozinhar também é muito importante. É preciso ter atenção às gorduras. Evite as saturadas, rejeite as trans e dê primazia ao azeite. Prefira os cozidos, cozidos a vapor, grelhados, estufados, em cru, caldeiradas, assados sem gordura, pois preservam ao máximo o sabor e o valor nutricional dos alimentos.

Por serem mais calóricos e prejudiciais à saúde, deixe para ocasiões especiais os fritos, os assados com adição de gordura e os refogados. Procure um ambiente calmo para a refeição, onde todos possam conversar, comendo lentamente e mastigando muito bem os alimentos.

 

Bebidas também fazem parte

A alimentação inclui as bebidas que podem enriquecer ou “estragar” tudo. Evite refrigerantes e quando consumir opte pelos sem adição de açúcar. Quanto a bebidas alcoólicas, limite a sua ingestão e prefira o vinho à refeição mas sempre moderadamente: 1 copo para as mulheres e 2 copos para os homens. E se gosta de café, não ceda às tentações. Três a quatro chávenas por dia deve ser a sua quota máxima habitual.

 

Mais refeições por dia ajudam a comer melhor

Já reparou que quando chega às refeições principais com fome o que lhe apetece são os alimentos mais calóricos? E é verdade que come mais do que realmente necessita?  Então siga mais este conselho Nestlé e faça pequenos lanches entre as grandes refeições. Ao contrário do que se pensa, fazer várias refeições ao dia é essencial para um dia alimentar equilibrado. E um dos erros mais frequentes é ficar muito tempo sem comer. As refeições intermédias contribuem para o aumento da concentração e do rendimento físico e intelectual. E favorecem um maior equilíbrio do apetite ao longo do dia bem como uma maior consciência na escolha do que se come.

O que comer nos intervalos

Entre refeições, o que comer deve ser leve e de fácil digestão. É importante que inclua Hidratos de Carbono complexos, que além de fornecerem energia ao cérebro, saciam por períodos mais longos. Alguns exemplos:
Peça de fruta + barra de cereais
Copo de leite + tostas integrais
Iogurte + pão de mistura com queijo

Agora é só por em prática

Viu? Basta mexer em dois ou três momentos do seu dia para tornar mais saudável a sua alimentação e a sua vida. E se quiser ter todo o controlo sobre o seu corpo e os seus hábitos, monitorize o seu peso e mantenha uma vida ativa, com níveis moderados mas regulares de exercício físico. Deixamos-lhe só mais um conselho: não faça nenhuma dieta sem consultar um nutricionista. Se fizer uma dieta “qualquer” pode prejudicar o equilíbrio do seu organismo, e os resultados serão, a longo prazo, o contrário daquilo que pretende.

PARTILHAR 27 LIKES

Sugestões