Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé


SOCIAL

Glossário

Diabetes Mellitus é uma doença crónica cada vez mais frequente na nossa sociedade. A prevalência da Diabetes na população portuguesa com idades compreendidas entre os 20 e os 79 anos, em 2010, é de 12,4%. Esta patologia é caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue, a hiperglicemia, resultante de defeitos na secreção de insulina, ação da insulina ou ambos. O organismo do indivíduo diabético não produz ou não responde à insulina. Os critérios de diagnóstico desta patologia podem ser definidos de acordo com a Norma DGS N.º 2/2011, de 14/01/2011.
A Diabetes Mellitus tipo 2, também chamada de insulino-independente, é uma doença que pode ser herdada e que se manifesta maioritariamente na idade adulta. Neste tipo de Diabetes o pâncreas mostra-se ser capaz de produzir insulina, contudo uma alimentação incorreta e um estilo de vida sedentário com pouco ou nenhum exercício físico, tornam o organismo resistente à ação da insulina (insulinorresistência), obrigando assim o pâncreas a trabalhar mais, mas sem qualquer efeito pois os níveis de glicemia mantêm-se elevados.
Termo que se refere às alterações nos níveis de lipídos (gorduras) do sangue, como o colesterol e os triglicerídeos. Podem provocar graves complicações para a saúde.
É um tipo de hidratos de carbono constituído por duas unidades de monossacarídos, como por exemplo a lactose (galactose+galactose), sacarose (frutose+glicose) e maltose (glicose+glicose).