Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé

SOCIAL

DONO OBESO, PET OBESO??

A íntima ligação existente entre um animal de estimação e o seu dono, leva a que haja uma similaridade de comportamentos entre ambos. Richard French, patologista veterinário, afirma que o excesso de peso e as doenças associadas à obesidade existentes nos donos, refletem-se cada vez mais no cão e gato de estimação.

Muitas pessoas são obesas pelo facto de não terem perceção de que o seu peso está excessivamente acima do recomendado. Uma vez que não conseguem percecionar isso em si próprias, também não são capazes de o fazer perante o seu pet. Deste modo, inconscientemente, fornecem exageradas quantidades de comida, especialmente com um grande teor de gordura. Tal facto contribui para o ganho de peso do pet, bem como de doenças associadas. Segundo a associação americana de medicina veterinária, a obesidade é a doença relacionada com a alimentação mais prevalente nos cães e gatos. 

Outra atitude que se espelha no animal é o baixo nível de atividade física do dono. Ao impedir o seu pet de se exercitar, irá contribuir para uma sensação de frustração e aborrecimento por parte do mesmo, além de não estar a estimular a saúde física do seu animal. A atividade física exercita o tónus muscular, impede a obesidade e contribui para um bom funcionamento mental e metabólico, tanto do seu cão ou gato, como de você mesmo.

Uma vez que a relação entre um humano e um animal de estimação pode trazer múltiplos benefícios a nível do bem-estar emocional e consequentemente físico de ambos, permita que o seu pet tenha uma vida saudável e fomente também você um estilo de vida que poderá trazer mais aspetos positivos à sua saúde. Comece a alimentar-se melhor e a exercitar-se mais. E melhor do que o fazer sozinho, é fazê-lo em conjunto!
PARTILHAR 73 LIKES

Sugestões