Saboreia a Vida | Nestlé
Saboreia a Vida | Nestlé


SOCIAL

VEGAN OU VEGETARIANO: ENTENDA AS DIFERENÇAS

Cada dia aumenta a pesquisa acerca de informações sobre as dietas vegan (ou vegana) e vegetariana. E as próprias dietas, ao longo do tempo vão ganhando mais adeptos. Em Portugal, o mercado da alimentação vegetariana aumentou 514% nos últimos dez anos
A opção por uma alimentação vegetariana ou vegan tem várias razões. Pode estar associada a convicções religiosas, ambientais, de saúde, ou simplesmente à adoção de um novo estilo de vida. 
 
Seguir uma alimentação vegetariana e ser vegan são coisas diferentes!
 
O que é o Vegetarianismo? 
 
O vegetarianismo é uma dieta de base vegetal que exclui os produtos animais, como a carne e o peixe e os seus derivados. 
Este é o princípio base da dieta vegetariana, no entanto podemos subdividi-la consoante as linhas de vegetarianismo adotado. Estas dietas têm a ver com o consumo de alimentos, que não sendo animais propriamente ditos, como a carne e o peixe, são de origem animal, como é o caso do leite e dos ovos. 
 
Podemos então dividir o vegetarianismo em:
 
Ovo-lacto-vegetariano:
Nesta linha inclui-se quem adota uma dieta vegetariana e mantém na sua alimentação os produtos de origem animal como o ovo, o leite e derivados. Um ovo-lacto-vegetariano, consome ovos, iogurtes, queijo e leite. 
 
Lacto-vegetariano: 
O lacto-vegetariano exclui os ovos da dieta vegetariana consumindo apenas os lacticínios. 
 
Ovo-vegetariano: 
O ovo-vegetariano opta por adicionar à sua dieta vegetariana os ovos, como único produto de origem animal.
 
Piscitarianismo:
Trata-se de uma dieta semi-vegetariana em que a única fonte de carne animal é o peixe. 
 
Como é constituída a Roda dos Alimentos de uma alimentação de base vegetariana?
 
Não existe uma Roda de Alimentos única para a alimentação vegetariana. Existem sim, vários guias com linhas de orientação. Estes ajudam quem opta por esta dieta a manter uma alimentação saudável e equilibrada. Têm por objetivo reduzir o risco de carência de algum nutriente essencial para o seu bem-estar e para o desempenho físico e mental do dia-a-dia.
Questões como os requisitos mínimos de cálcio, consumo de vitamina B12, vitamina D e iodo, ganham importância para quem adota esta alimentação.
Uma dieta vegetariana é uma dieta rica em leguminosas, legumes, cereais, frutas, sementes, fungos e algas. Existem também alguns substitutos da carne que podem ser confecionados e atribuir-lhes bastante sabor, como é o caso do tofu e do seitan, ou mesmo a soja. Estes alimentos são excelentes fontes proteicas. 
 
O que é o Veganismo? 
 
A dieta vegan exclui o consumo de qualquer produto animal ou de origem animal, assim, como o uso ou compra de qualquer produto que tenha algum ingrediente de origem animal. O veganismo é um estilo de vida e, como tal, toda a participação de animais ou elementos de origem animal em algum ponto do processo ou comercialização faz com que os mesmos sejam excluídos. 
A dieta vegan é somente baseada em leguminosas, legumes, vegetais, frutas, fungos e algas. Também são confecionados produtos como seitan, soja, tofu e outros cereais e legumes em receitas tradicionais. Existem vários tipos de receitas como hambúrgueres de feijão, ou as deliciosas lasanhas de vegetais.

Quem adota uma dieta vegan ou vegana, não muda só a sua alimentação. A aceitação de uma dieta vegan é a aceitação de um novo estilo de vida onde não há espaço para alimentos de origem animal (como o leite ou o queijo), nem para outros produtos de origem animal. Por exemplo, quem adota um estilo de vida vegan, nem sequer usa camisolas de lã.

Em qualquer uma destas dietas, tanto a dieta vegetariana como a vegan, é preciso ter em atenção a falta de nutrientes vitaminas e minerais que o nosso organismo não produz e que se encontram nos produtos animais e de origem animal, como é o caso da vitamina B12. Trata-se de uma vitamina que encontramos principalmente na carne, e que desempenha várias funções essenciais no organismo. A vitamina B12 pode ser encontrada em alimentos com o fígado, leite, ovos, peixe, queijo e carne. Torna-se essencial para o crescimento e divisão celular e participa na formação de glóbulos vermelhos e no metabolismo dos aminoácidos e ácidos nucleicos.

Como exemplo, podemos referir que uma pessoa que adote uma dieta vegan ou vegetariana tem que consumir mais alimentos ricos em ferro como é o caso do feijão e dos espinafres para manter os níveis de hemoglobina de acordo com os necessários para o organismo.

Se faz uma dieta vegan ou vegetariana ou se está a pensar fazer, é importante consultar o seu médico ou nutricionista de forma a garantir que a sua alimentação é saudável e não apresenta nenhuma carência nutricional.
PARTILHAR 11 LIKES

Glossário

Sugestões